Qual o visto ideal para intercâmbio no Canadá?


Se você começou a planejar o seu intercâmbio, já deve ter encontrado muitas informações (algumas até perdidas ou antigas) sobre vistos para estudar no Canadá.

O fato é que existem 3 tipos de visto e isso confunde muita gente.

O tipo de visto que você irá precisar para o seu intercâmbio no Canadá irá depender muito do curso escolhido,  tempo de estadia e do propósito da viagem.


Cursos de 6 meses ou menos

Se o seu intercâmbio tem duração de 6 meses ou menos você terá 2 opções:


1)Visto de Turismo

Para quem é indicado: para quem vai fazer intercâmbio com duração de até 6 meses ou para quem só vai viajar pelo Canadá.

Apesar do nome este visto também permite que o visitante estude idioma por 6 meses.
A documentação exigida para esse visto depende do perfil do aplicante, o valor do visto de turismo é de 100 CAD + 85 CAD (biométricas) + valor do envio do seu passaporte, caso necessário.
Com o visto de turismo do Canadá você pode permanecer no país por 6 meses, a partir da sua data de entrada.
O período ideal para aplicação desse visto é de pelo menos 60 dias úteis antes do dia que você planeja embarcar.

2)ETA

Para quem é indicado: para quem tem um visto americano válido ou para quem já viajou para Canadá nos últimos 10 anos.

O ETA é válido por até 5 anos (ou até o vencimento do passaporte) e permite que você entre no país nas mesmas condições do visto de turista, inclusive no que se trata período de permanência que é de 6 meses.
Com ETA você deve entrar exclusivamente por via área no Canadá (o de turista permite a entrada por terra).
A aplicação desse visto é feita online, a resposta chega em alguns minutos no seu e-mail, além dessa facilidade o visto custa apenas: 7 dólares canadenses.

Cursos maiores a 6 meses

Visto de Estudante

Para quem é indicado: para que vai estudar inglês por mais de 6 meses, cursar um College ou cursos CO-OP.
O visto de estudante do Canadá pode ter datas de validade diferente, vai depender do tempo do seu curso e outros fatores.
Além dos documentos normais, para tramitar esse visto você precisa estar matrículado em alguma instituição que possua DLI.

DLI significa que é uma escola aprovada por um governo provincial ou territorial para receber estudantes internacionais.

O Canadá busca se certificar que você é um estudante com perfil genuíno, ou seja, que está indo para o Canadá com o intuito real de estudar.

O valor é 150 CAD + 85 CAD (biométricas) + taxa dos correios para receber seu passaporte (caso necessário).

Sua aplicação deverá ser enviada 4 meses antes da data de início do seu curso.

Bom, agora que você sabe qual o visto ideal pra você, tenha em conta que é necessário organizar a sua documentação.


Caso você entre no perfil para o ETA provavelmente não precise demonstrar nenhum documento.

Para o visto de turismo ou estudante os documentos, como citei a cima dependem do seu perfil, motivo de viagem e tempo de estadia.

Para ambos os processos o fiscal irá avaliar seu motivo de ida ao país, seus vínculos com o Brasil, é necessário comprovar que você possui ligações fortes o suficientes que incentivem você a voltar, além disso o governo analisa se você ou algum parente próximo possuem condições financeiras para a sua manutenção no país.

Esses vínculos podem ser comprovados através de:

Vínculo Acadêmico

O Canadá quer saber se você tem um vínculo com alguma instituição de ensino, por isso você poderá comprovar que você já é formado ou está cursando alguma faculdade ou colégio no Brasil.

Se você já se formou há algum tempo, é importante comprovar vínculo empregatício.

Vínculo Empregatício

Este vínculo fortalece as chances de você ter o visto canadense aprovado.

Será preciso apresentar documentos que comprovem o seu histórico de trabalho, certificados laborais, holerites, contratos de trabalho, etc.

Vínculo Financeiro

O governo canadense quer saber se você têm condições de se manter no país.

É por isso exige uma comprovação de 850 CAD por mês (aproximadamente 2.500 reais), serão avaliados documentos como: extratos bancários, holerites e declarações de imposto de renda. Quem não declara imposto de renda e já tiver idade para isso, infelizmente têm suas chances de aprovação do visto reduzidas.

 
Situado nas montanhas Rochosas, na província de Alberta, Canadá . O lago Moraine fica no Parque Nacional de Banff, é Patrimônio da Humanidade, listado pela Unesco em 1985 e é considerado um dos lagos mais lindos do mundo. Foto de: @bantersnaps.

Situado nas montanhas Rochosas, na província de Alberta, Canadá . O lago Moraine fica no Parque Nacional de Banff, é Patrimônio da Humanidade, listado pela Unesco em 1985 e é considerado um dos lagos mais lindos do mundo. Foto de: @bantersnaps.

 

Concluindo …


Não é difícil tirar o visto para o Canadá, existem muitos tutoriais pela internet, mas é importante estar atento aos detalhes. Principalmente ao escrever sua carta de motivação de viagem, como o visto do Canadá não possui uma entrevista esta carta é sua chance de explicar ao fiscal o que realmente pretende fazer no Canadá, as datas de sua viagem, motivos de volta ao Brasil, entre outros, uma carta bem escrita e comprovação de viagens internacionais podem dar um toque final na sua documentação.

Lembre-se: A organização do visto é tão importante quanto às outras decisões que devem ser tomadas até a viagem. Antes de planejar seu intercâmbio verifique se você tem o perfil e documentação completa.

Se você vai viajar para o Canadá e precisa de ajuda para aplicar pro seu visto.

Lilian Costa